Ponte Barcaça Aerotransportada (APFB)

A Ponte-Barcaça Aerotransportada (APFB) começou a ser produzida em 2004, para
atender aos requisitos do Exército Britânico, que desejava um sistema de pontes que
pudesse ser usado pelas suas unidades leves em funções que, cada vez mais, exigiam
mobilidade e flexibilidade.

A Ponte Barcaça Aerotransportada (APFB)
A APFB pode ser transportada rapidamente por aeronaves.
Sendo um sistema modular que pode ser facilmente transportado por terra, mar ou ar, a APFB
pode ser construída por soldados ou civis treinados, para usos militares ou civis, em
circunstâncias emergenciais.

Apesar de sua leveza e portabilidade, a APFB apresenta uma classificação de carga
militar (MLC) de 35. Ela pode usada para cobrir áreas secas ou alagadas, pode ser
usada como sobreponte e incorpora um sistema que permite o seu uso como barcaça.

Sua versatilidade se destaca ainda mais devido à facilidade de configurar o
transporte, mediante a utilização dos seus próprios reboques desmontáveis,
pallets ou containers ISO — — o que a torna um sistema ideal para a utilização em
situações de calamidade pública, bem como por forças avançadas e
aerotransportadas.

Ideal para apoio em situações de calamidade pública
Ideal para apoio em situações de calamidade pública

Apesar de se tratar de um conceito novo, a APFB se baseia na Ponte Média Tipo Treliça
(MGB)
, um produto de grande sucesso. As duas pontes possuem muitas peças em comum.

Incorporando relativamente poucos novos componentes, a APFB potencializa o desempenho
do sistema MGB, de modo a atender aos requisitos –sempre sujeitos a mudanças — das forças
armadas.

Para maiores informações: