WFEL vence contrato de £53m para provimento de pontes para forças armadas Australianas

1 Fev 2016

A fabricante de pontes táticas militares, WFEL, assegurou contratos de £53m com as Forças Armadas australianas num impulso ao setor de defesa do Reino Unido.

O acordo, composto por dois contratos, seguiu um processo licitatório internacional. Ele prevê o fornecimento pela WFEL de seu produto-líder — MGB (Medium Girder Bridge) — além de DSBs (Dry Support Bridges) para as Forças de Defesa deste país.

As pontes proporcionam infraestrutura temporária além de ter o potencial de ser usada em situações de combate e eventos provocados por desastres naturais. Elas serão produzidas nas instalações da WFEL em Stockport (Reino Unido) com início de entregas previsto para o segundo semestre de 2017.

Ian Wilson, CEO da companhia, afirma: “Este é mais um importante contrato para nós, o qual também estende nosso longo relacionamento com as Forças Armadas Australianas).

Nossa DSB é a ponte de rápida instalação mais avançada — tecnicamente — do mundo, enquanto o design modular da MGB continua provando seu valor, tanto em combate quanto em operações de suporte em desastres naturais. Ao optar pela aquisição de ambos os tipos de pontes, as Forças Armadas da Austrália estão assegurando sua futura capacidade de atravessar rapidamente terrenos tão complexos, como rios, ravinas e fendas provocadas pelo homem, da forma mais eficiente possível e sob os mais variados cenários operacionais.

Globalmente, como o principal fabricante de pontes táticas militares, nós continuamos a trabalhar para oferecer soluções para os clientes estabelecidos, como os militares australianos, bem como na construção de relacionamentos nos mercados emergentes em todo o mundo.”

A MGB, que primeiro entrou em serviço há mais de 30 anos, e tem desempenhado um protagonismo tanto em operações militares quanto de alívio em desastres naturais em todo o mundo, é usada por mais de 40 forças armadas no mundo inteiro. Nos termos do contrato com as Forças de Defesa da Austrália, a WFEL fornecerá sistemas de MGB com dupla pavimentação e links reforçados, que podem se estender até 49 metros.

Estes sistemas serão complementados por equipamento adicional que permitirá construção de pontes de até 76m, utilizando conjuntos portáteis de píer.

A WFEL fornecerá também DSBs que podem ser instaladas por apenas 8 pessoas em menos de 90 minutos. As pontes serão especialmente construídas pela WFEL para serem lançadas pelos veículos MAN — RMMV Rheinmetall 10x10 totalmente blindados — das Forças Armadas da Austrália.

A DSB — das quais mais de 130 sistemas foram vendidos — já está em uso nas Forças Armadas dos EUA, Suíça e Turquia e tem sido usada como infraestrutura temporária no Iraque e Afeganistão. A sua adoção pela Austrália reforça ainda mais a posição dominante no mercado da DSB como sistema a ser escolhido.

Ambos os sistemas serão providos de passadiços que permitirão tráfegos de pedestres com uma travessia segura através da ponte, separados do trânsito de veículos. A crescente adoção deste equipamento complementar demonstra maior envolvimento militar, ao redor do mundo, em apoio a desastres naturais e ilustra a capacidade da WFEL em desempenhar papel dual através de sua gama de sistemas de pontes.

Os contratos firmados recentemente fazem parte do Programa 155 das Forças Terrestres de Defesa da Austrália, um projeto que visa proporcionar às forças terrestres a capacidade de atravessar vãos — secos ou molhados — durante operações de combate.

O Major Ben Bridge (Project Liaison for Land 155 within the ADF’s Capability Acquisition and Sustainment Group) comentou: “A adjudicação deste contrato à WFEL para o provimento de MGBs e DSBs irá incrementar consideravelmente a capacidade do Exército Australiano em operar através de vãos secos e molhados em terrenos complexos. Enquanto a MGB vem substituir uma versão anterior da mesma ponte — utilizada em serviço há décadas — as capacidades da DSB são novas para o Exército da Austrália e irão proporcionar aos nossos Comandantes de Operações maior eficiência na travessia de significativos vãos secos e molhados em apenas uma fração do tempo que antes seria tomado. Notavelmente a habilidade da DSB em dar apoio para superar vãos em um espaço de tempo de 90 minutos traz uma considerável melhora de capacidade para o Exército Australiano.”

Ele ainda conclui: “A WFEL demonstrou uma grande motivação em trabalhar colaborativamente com a Commonwealth’s Managing Contractor para reduzir riscos e assegurar a entrega dentro do cronograma, assim como em conformidade com o orçamento, permitindo, desta forma, a capacidade de ser gerada de acordo com o Conselho de Defesa do Governo.”

A WFEL remonta suas raízes como uma empresa de engenharia de defesa desde 1915. A empresa tem projetado e fabricado pontes táticas militares em Stockport desde os anos 1970.